Estágio Obrigatário (Não Remunerado) em Serviço Social

Manhã/Tarde

Instituto Casa Viva | Rio de Janeiro | 07/03/2019
Estágio Obrigatário (Não Remunerado) em Serviço Social

Forma de Trabalho

Presencial

Categorias da vaga

assistência social

Compartilhar esta vaga

Interessado na Instituição?

Descrição

Será disponibilizada uma vaga de estágio para preenchimento de nível I. O horário disponível  para o estágio será de 6 a 8 horas semanais, nos dias úteis, dentro do horário de funcionamento  da instituição (9h às 16h e 10h às 17h). De forma a cumprir a carga horária curricular necessária.  

Etapas do processo seletivo: 

OBS.: Recomenda-se chegar pelo menos 15 minutos antes do horário da prova. Não será  permitida a entrada após o início da prova.  

Local: sede do Instituto Casa Viva – Estrada Manuel Nogueira de Sá, 320. Sulacap/RJ.  

Informações: (21) 3555-1264.    

BIBLIOGRAFIA: 

- IAMAMOTO, Marilda Vilela. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de um  interpretação histórico – metodológico. 19ed. São Paulo: Cortez,2006. Disponível em    http://www.unirio.br/unirio/cchs/ess/Members/morena.marques/disciplina-servico-social-e-  processos-de-trabalho/bibliografia/livro-relacoes-sociais-e-servico-social/view.    

- Código de ética do Serviço Social (Lei 8663/93), disponível em  http://www.cfess.org.br/arquivos/CEP_CFESS-SITE.pdf;  - Lei orgânica da assistência social, disponível em  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8742compilado.htm;  

- Política Nacional de Assistência Social disponível em  https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Normativas/PNAS2004.pdf; 

- Artigo: Retomando a Temática da “Sistematização da Prática” em Serviço Social do autor Ney  Luiz Teixeira de Almeida. Disponível em http://fnepas.org.br/pdf/servico_social_saude/texto3-  2.pdf.

Instituição: Instituto Casa Viva

Histórico da Organização

O Instituto Casa Viva é uma organização sem fins lucrativos que nasceu do sonho de um grupo de voluntários que movidos pela fé e o amor, olharam para a comunidade Vila João Lopes, em Sulacap, Zona Oeste do Rio de Janeiro e decidiram ir em busca de uma transformação social.

O Casa Viva atua há 9 anos em prol da promoção da dignidade de cerca de 500 beneficiários diretos e 2.000 indiretos, oferecendo educação, esporte, arte e cultura, qualificação profissional e empreendedorismo desde a gestante até o idoso. O Instituto utiliza cinco pilares para melhor atender o seu público beneficiário e transformar vidas, sendo eles: Atender, Acolher, Suprir, Capacitar e Desenvolver. Para o Instituto, dignidade é mais que uma palavra: é uma qualidade moral que inspira respeito e consciência de si mesmo, do seu próprio valor.

 

Resumo das atividades

O Instituto desenvolveu o programa Integração que possui um conjunto de projetos que perseguem o mesmo objetivo: promover atividades socioeducativas que proporcione a dignidade, a valorização e o fortalecimento familiar do público beneficiário, tornando-os agentes transformadores da sociedade. O Programa possui 5 projetos. São eles:

- Primeira Infância: Atende gestantes, mamães e bebes e crianças de 3 a 6 anos e 11 meses, e tem como objetivo o contribuir com o desenvolvimento integral dos beneficiários.

- AtivaIdade: Atende crianças e adolescentes de 7 a 14 anos e tem como objetivo contribuir com a construção da identidade.

- Ser Jovem: Atende Jovens de 15 a 21 anos e tem como objetivo a empregabilidade.

- Capacitar: Atende adultos de 22 a 59 anos e tem como objetivo a capacitação profissional.

- Remir: Atende idosos acima de 60 anos. Desenvolvendo atividades que visam a melhoria da qualidade de vida, autoestima e a promoção da cidadania.

 

O Instituto funciona com 90% do seu quadro técnico e operacional de voluntários, que se inscrevem para dedicar o seu tempo em prol do desenvolvimento dos beneficiários e da comunidade.

 

Abrangência territorial

O instituto atende a toda a comunidade da Vila João Lopes. A favela não tem um apelo midiático como tantas outras no Rio de Janeiro, porém possui dados alarmantes e preocupantes para a sociedade: 68�s famílias possuem renda per capita de até a metade de um salário mínimo.

 

Principais resultados obtidos:

Ao longo de nove anos o Instituto Casa Viva:

- Capacitou cerca de 450 beneficiários;

- Ofereceu cerca de 40 cursos de capacitação;

- Acompanhou cerca de 1200 famílias;

História por trás dos números:

- Entre tantas histórias, vamos mencionar a Tatiane Pereira há 6 meses no curso de artesanato. Tati não tinha noção nenhuma do que era trabalhar com artesanato. Aliás, quando chegou estava desempregada e buscando uma recolação. O curso de artesanato foi o começo da virada. Mas, muito tímida, não acreditava ser capaz de executar nada do que era proposto. Ao longo do ano, aos poucos, foi ganhando autoestima, confiança e desenvolvendo todo seu potencial criativo. Hoje, Tatiane abriu seu próprio atelier, produz peças artesanais incríveis e, com isso, garante o sustento de toda sua família.

Para candidatar-se a esta vaga, por favor visite o seguinte URL: contato@casaviva.org.br

Precisa de um voluntário?

Acesse a página de envio de vagas e publique a descrição do trabalho.

Publicar uma vaga
Subir

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!